Por que Jesus permitiu que os demônios entrassem nos porcos?

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

 
Não se pode atribuir a Jesus nenhuma falha por ter deixado que os demônios entrassem nos porcos, especialmente visto que certos fatores não declarados podiam muito bem estar envolvidos, tais como serem judeus os donos dos porcos, sendo assim culpados de desrespeito à Lei. Não se exigia, naturalmente, que Jesus exercesse presciência quanto ao que os demônios fariam, uma vez entrassem nos animais impuros. E os demônios talvez quisessem apossar-se dos porcos a fim de derivar disso algum prazer sadístico desnatural. Também, poder-se-ia razoavelmente argüir que um homem vale mais do que uma vara de porcos. (Mt 12,12) Ademais, todos os animais na realidade pertencem a Deus, em razão de sua qualidade de Criador, de modo que Jesus, como representante de Deus, tinha todo o direito de permitir que os demônios se apoderassem da vara de porcos. (Sal 50,10; Jo 7,29) Entrarem os demônios nos porcos demonstrava vigorosamente que tinham deveras sido expulsos dos homens, tornando além disso bem evidente aos observadores o dano que advinha às criaturas carnais que se tornavam possessas de demônios. Demonstrava para tais observadores humanos tanto o poder de Jesus sobre os demônios como o poder demoníaco sobre criaturas carnais. Tudo isto pode ter-se enquadrado no propósito de Jesus e talvez explique por que Jesus permitiu que os espíritos impuros entrassem nos porcos.

Extraído de it-3

0 comentários:

Postar um comentário