"Por que os católicos estão certos", de Michael Coren

domingo, 26 de junho de 2011



Este é um bom livro para ler sobre tudo se você quiser entrar em discussões com as pessoas. Você tem que tê-lo sempre à mão para que as pessoas possam ver o título, especialmente se elas estão lendo Deus: um delírio ou algo de Philip Pullman ou Christopher Hitchens.

Eu já disse antes que, na Inglaterra, a apologética precisa se preocupar muito mais com as objeções dos secularistas do com provar a fé católica da Bíblia contra os protestantes. A última tarefa é ocasionalmente necessária, quando encontramos evangelistas na rua, mas a tarefa muito mais importante é ter uma resposta na ponta dos dedos sobre questões como o caso Galileu, a Inquisição, as Cruzadas, o Papa Pio XII e o Holocausto, as questões pró-vida, AIDS e preservativos, e os escândalo dos abusos do clero.

Michael Coren lida com todos esses assuntos de uma forma robusta e envolvente. Sobre a questão do abuso infantil, ele é devidamente respeitoso com aqueles que sofreram enquanto aponta o desequilíbrio na cobertura da mídia sobre a Igreja Católica em relação à cobertura de outras organizações onde o abuso ocorreu e muito menos tem sido feito para garantir que tais crimes sejam impedidos no futuro.

O livro é bem escrito para as pessoas comuns que podem não ter seguido estes tópicos nos blogs ou na imprensa católica. Coren é um jornalista experiente e sabe como escrever: a sua apresentação é abrangente, mas de fácil leitura. Eu recomendo tanto para católicos e como um livro para os católicos para dar a seus amigos para ajudá-los a compreender que há um outro lado da história para além do que já foi alegado pela mídia populesca.

Disponível em Amazon.co.uk ou em Amazon.com.

Vi no http://the-hermeneutic-of-continuity.blogspot.com/2011/06/why-catholics-are-right-by-michael.html e traduzi pra vocês.

0 comentários:

Postar um comentário