Bestialidade na Suécia

terça-feira, 13 de março de 2012

Bestialidade é o ato de se envolver em relações sexuais com um animal.
A Suécia é o país mais ateu do mundo e os relatórios do adherents.com mostram que 46 - 85% dos suecos são agnósticos / ateus / não-crentes em Deus. A Suécia também tem a 3a. maior taxa de crença na evolução, na medida das nações ocidentais
Em 2005, o LifeSiteNews relatou em um artigo intitulado A bestialidade em ascensão na sexualmente libertina Suécia:

A Suécia, conhecida no mundo inteiro por seus costumes vanguardistas sexuais ultrapassou mais um obstáculo na sua descida moral com a notícia de que o abuso sexual de animais está a aumentar. Um estudo encomendado pelo  governo concluiu que mais de 300 animais, principalmente cavalos, foram abusados ​​sexualmente na Suécia desde 1970.
A Agência do Bem-Estar Animal sueca coletou suas informações com base nas respostas recebidas a partir de 1.600 questionários enviados para os veterinários, inspetores de bem-estar animal e as agências policiais em todo o país. No período de 2000 a 2004, 119 casos de bestialidade foram documentados, em comparação com apenas três casos conhecidos na década de 1970, 17 em 1980 e 70 em 1990.
O autor do relatório indicou que os números podem não refletir corretamente o problema real. Katarina Andersson, disse que o aumento dos casos documentados não significa necessariamente que houve um aumento de facto.
"Nós sabemos que deve haver casos que não foram documentados", disse ela, acrescentando que as pessoas também se tornaram mais conscientes do problema nos últimos anos e são, portanto, mais propensas a relatar casos suspeitos às autoridades (http://www.lifesitenews.com/news/archive/ldn/1950/50/5050406).

Em 26 de abril de 2001, em um artigo intitulado Os suecos têm cada vez mais relações sexuais com animais o site sueco de notícias Nettavision declarou:

O sexo animal não é ilegal na Suécia, e todos os anos entre 200 e 300 animais de estimação são feridos por causa de agressões sexuais.
A estimativa foi apresentada por Svenska Veterinärforbundet, a organização sueca veterinária, e agora está tentando fazer com que as autoridades e o público se tornem mais conscientes do sofrimento dos animais. A organização afirmou que o problema aumentou durante o último par de anos, mesmo que a maioria das pessoas não tenha consciência disso.
"Temos visto um aumento desde 1999, quando a pornografia infantil se tornou ilegal", disse Johan Beck-Friis. "Parece que, em outras palavras, existem algumas pessoas que substituíram o sexo de crianças com os animais. Em ambas as circunstâncias, é o sexo com pessoas indefesas".(http://pub.nettavisen.no/nettavisen/english/article177749.ece)

Tradução: Emerson de Oliveira

1 comentários:

David Olive disse...

Na falta de Deus a bestialidade ocupa espaço!

Postar um comentário