Ateu publica poster desonesto sobre o ateísmo

terça-feira, 20 de dezembro de 2011


 Yuri, auto denominado "Eu, Ateu", publicou em seu blog um poster muito usado por certos ateístas como propaganda para mostrar alguns pensadores que, supostamente, foram ateus.

O problema para ele é que se for desmascarar a incoerência dele só sobram de "verdadeiros" ateus mesmo: Twain e Shaw (!!!)
O autor deste poster é um desonesto completo. Einstein era deísta, Franklin era teísta. Este escreveu:

Este é o meu credo: Eu creio em um Deus, Criador     do universo. Que Ele governa pela sua Providência. Ele deve ser adorado. Que o serviço mais aceitável que lhe prestamos é fazer o bem a Seus filhos. (Franklyn, B. Autobiografia de Franklyn. Novo York: Rinehart and Co., Inc., 1959, 292.)

Charles Darwin, por sua própria admissão, nunca foi um ateu. Na verdade suas próprias palavras indicam que, pelo menos em algumas ocasiões, ele gravitavam em torno de uma crença na Deus. Nenhum ateu jamais menciona esta rejeição de suas queridas filosofia pelo cientista que eles idolatram.

Mesmo nas minhas flutuações mais extremas eu nunca fui um ateu no sentido de negar a existência de Deus. (Darwin,Francis, A vida de Charles Darwin. London: Livros Tiger, 1995, 55.)
 Sagan não era ateu, mas agnóstico: http://en.wikipedia.org/wiki/Carl_Sagan - "I'm agnostic."[43]
Head, Tom. "Conversations with Carl". Skeptic 13 (1): 32–38.Excerpted in Head, Tom, ed. (2006). University of Mississippi Press. ISBN 1-57806-736-7 (agradecimento ao meu amigo Odir Marin por lembrar).

Dessa forma, para ser honesto, o poster deveria ficar assim:

Thomas Jefferson, o terceiro presidente americano, era protestante. Ele também foi influenciado pelos deístas ingleses e tem sido muitas vezes identificado pelos historiadores como um deísta. Ele tinha muitas crenças em comum com unitários do período de tempo, e às vezes escreveu que achava que todo o país se tornaria unitário.

Embora Jefferson nunca foi um ateu, ele era realmente um campeão da liberdade religiosa, e o site "Ateísmo Positivo" tem uma página de citações de Jefferson em:
http://www.positiveatheism.org/hist/quotes/jefframe.htm

Abraham Lincoln não era ateu. Embora nem Abraham Lincoln nem George Washington foram ateus, o site "Ateísmo Positivo" apresenta alguns outros escritos sobre as crenças e práticas religiosas dos dois presidentes em: http://www.positiveatheism.org/hist/steiner0.htm.

O que ficaria bem reduzido em seu número de "pensadores ateus".

Yuri, mais uma vez, dá uma mostra de como é ser um neoateísta desonesto.

15 comentários:

Caruê disse...

Temos a carta de Albert Einstein em que ele declara seu ateísmo, para quem leu o mundo assombrado pelos demônios de Carl Sagan sabe que ele é tão ateu e tão agnóstico quanto Richard Danks.
Agnóstico não é alguém encima do muro é alguém que não espera encontrar a confirmação ou refutação de que Deus exista. Deste modo um agnóstico pode ser tanto teísta, Deísta ou Ateísta. Darwin não era ateu o bastante para negá-lo mas era o suficiente para não acreditar em tal credo, ele não nega mas também não admite como real, um ateu enrustido.

Aisling Dea disse...

TODO AGNÓSTICO É ATEU, QUERIDO!

Arthur Borin disse...

albert era ateu e o linconl tambem

Andróide disse...

Não sei por que a preocupação, o seu deus não é hiper mega super superior a todos esses meros humanos? qual a diferença se alguém acredita nele ou não? se ele quiser pode exterminar todos eles assim como fez com raça humana, aliás eu adoro esse senso de justiça e moral: vou te matar por eu quero e posso.

Alberto Quirino dos Santos disse...

É muito melhor admitir que não tem provas de que estes pensadores foram ateus...
Ateus enrustidos? Me poupe!!!

ZERO disse...

A ateusada pega ar... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dimitri Piloupas disse...

"albert era ateu e o linconl tambem" — Arthur Borin

Neoateu desonesto spotted.

"I am much indebted to the good christian people of the country for their constant prayers and consolations; and to no one of them, more than to yourself. The purposes of the Almighty are perfect, and must prevail, though we erring mortals may fail to accurately perceive them in advance. We hoped for a happy termination of this terrible war long before this; but God knows best, and has ruled otherwise. We shall yet acknowledge His wisdom and our own error therein. Meanwhile we must work earnestly in the best light He gives us, trusting that so working still conduces to the great ends He ordains. Surely He intends some great good to follow this mighty convulsion, which no mortal could make, and no mortal could stay".

"Eu sou muito grato ao bom povo cristão do país por suas constantes orações e consolações, e nenhum deles, mais do que a você. Os propósitos do Todo-Poderoso são perfeitos, e devem prevalecer, embora nós, errantes mortais, não possamos percebê-los antecipadamente com precisão. Esperávamos por um término feliz desta terrível guerra muito antes disso, mas Deus sabe o melhor, e decidiu o contrário. Ainda devemos reconhecer a Sua sabedoria e nosso próprio erro. Enquanto isso, devemos trabalhar intensamente na melhor luz que Ele nos dá, confiando que trabalhando assim Ele nos conduzirá aos grandes fins que Ele ordenou. Certamente Ele pretende algum grande bem após esta poderosa convulsão, que nenhum mortal poderia fazer, e nenhum mortal poderia resistir".

Carta para Eliza Gurney (4 September 1864); The Collected Works of Abraham Lincoln, vol. 7 (New Brunswick, N.J.: Rutgers University Press, 1953), p. 535.

Desculpem a tradução ruim, fiz correndo.

http://quod.lib.umich.edu/l/lincoln/lincoln7/1:1171?rgn=div1;view=fulltext

Victor Moreno disse...

"TODO AGNÓSTICO É ATEU, QUERIDO!"

Bobagem. Ateu é aquele que afirma que, objetivamente, não há um Deus. Agnóstico é aquele que apenas não crê, como também está aberto para crer. O agnóstico, por definição, "não sabe". Já o ateu afirma convictamente não existir um Deus, pressupundo aí um conhecimento -- que, aliás, nunca foi objetivamente provado. O ateísmo é uma presunção, uma negação. O agnosticismo não é afirmação tampouco negação, mas sim uma ausência de conhecimento.

Pablo Mineiro disse...

“A palavra Deus para mim é nada mais do que a expressão e produto da fraqueza humana, a Bíblia é uma coleção de lendas honradas, mas ainda assim primitivas, que são bastante infantis.”
A carta, escrita em 1954, um ano antes da sua morte, foi uma resposta dirigida a Erich Gutkind, autor do livro “O chamado bíblico para a revolta”. Isso não é ateísmo? Mentir é pecado, viu!

Pablo Mineiro disse...

A carta que eu me referi era de Einstein.

Allisson Machado disse...

Os presidentes americanos faziam parte da maçonaria, o primeiro requisito para se entrar na maçonaria é acreditar em Deus. bjs

Ainda não sei.... disse...

Seus crentelhos, isso é questão de fé, que segundo o Aurélio é a firme opinião de que algo é verdade, sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação, pela absoluta confiança que depositamos nesta ideia ou fonte de transmissão. Ou seja, não existe razão, pessoas ignorantes apenas, que não querer ver a realidade... que vive o bem na terra esperando algo em troca... malditos crentelhos manipulando a sociedade...

binen disse...

Pra encerrar a discussão... segue a prova de que tanto Einstein quanto Sagan eram ateus.
http://universoracionalista.org/afinal-carl-sagan-era-ateu/

Quanto a Thomas Jefferson, um dos fundadores Secularistas da democracia dos EUA, já li sua biografia... e ele não só era ateu como foi um dos primeiros corajosos a declarar seu posicionamento contra religiões. Apesar de ter sido criado dentro de uma religião, ele conseguiu tomar coragem para refutá-las.

binen disse...

Melhor artigo que encontre sobre Jefferson.
http://ce.ligahumanista.org.br/2012/04/biblia-de-acordo-com-thomas-jefferson.html

jos.bergamo disse...

Só passando para deixar bem claro que o post está correto em todas as afirmações em que pese a teimosia irracional de muitos que comentaram. Einstein não era ateu, apenas se declarou meramente que "não existia nada de religioso nele", já li o texto da carta dele que referem mais dá a entender ele ser panteísta do que ateu, afinal não acreditar na bíblia e achar certos pontos infantis torna você não cristão, porém dai para Ateu é fábula de certas cabeças, é só um esforço para conseguir ter um argumento mínimo... Ademais ele nunca nutriu o ódio pela igreja que vários neo ateus atualmente possuem e nem alegou a inexistência de Deus a menos claro, que fosse um Deus pessoal, mas dai até eu seria ateu.

Detalhe, o Binen é crente auto refutante, visto que o link que ele posta comprova que Sagan era agnóstico puro e nunca aceitou o rótulo de ateu, ou seja, foi postada uma prova em contrário da afirmação, me pergunto o porquê disso.

Thomas Jefferson assim como todo DEÍSTA sempre foi contra os abusos religiosos e a favor de liberdade de crença ou ausência da mesma sem preconceitos e principalmente é crítico sobre dogmas da bíblia, mas jamais foi ateu. De resto, não dá para entender o serviço de desinformação que certos ateus prestam.

Ateus sempre foram uma minoria entre os intelectuais da história da humanidade, proporcional a minoria que são na sociedade ou talvez ainda menor, qualquer um pode ser um bom cientista independente de convicção religiosa, os Muçulmanos hoje tão mal vistos já foram o povo mais culto do mundo.

É o que você realmente sabe que lhe torna inteligente, e não aquilo que alega não acreditar.

Passar bem.

Postar um comentário